“um poeta desfolha a bandeira …

1 de junho de 2010

“um poeta desfolha a bandeira e a manhã tropical se inicia/ resplandente, cadente, fagueira num calor girassol com alegria”

Deixe um Comentário