Solidários no câncer

22 de março de 2010

Tal qual os tumores, a mídia pode ser classificada em benigna ou maligna – dependendo do ponto de vista do observador.

Mas às vezes uma e outra coincidem.

Por estes dias, a confluência dos astros e estrelas do jornalismo potyguar e seus incríveis veículos de comunicação se revela na sintonia em torno da saúde do candidato a governador Iberê Ferreira de Souza.

Uns querendo transformá-lo numa espécie de José Alencar.

Outros, numa espécie de Tancredo Neves.

Os interesses, como se vê, têm objetivos bem distantes.

Inútil dizer que a saúde do ser humano deveria estar acima daquela do animal político.

Fazer o quê? Em mais uma coincidência, Neves era mineiro, como também é mineiro o vice Alencar. Já a tribo dos potyguares não consegue ser solidária, de verdade, nem no câncer.

Um Já Comentou para “Solidários no câncer”

  1. chico m guedes disse:

    Cut and pasted à propos “No Brasil quem não é canalha na véspera é canalha no dia seguinte. O Otto Lara está certo. O mineiro só é solidário no câncer.” (precisa dizer quem?) Nós, já que não-mineiros, não somos constrangidos a tanto…

Deixe um Comentário