Bombons

7 de outubro de 2010

Mark Rothko, Earth and green


Dentro da caixinha rosa em formato de coração, quatro chocolates. Desnudados e comidos, restaram os papéis. Azul, marrom, verde e, o quarto, encarnado. Juntos assim, esses papéis não compõem sinfonia nem desenham arco-íris. Quem sabe, mais uma colcha de retalhos, minúscula colcha de retalhos incapaz de me cobrir do frio, embora seja verão.

4 Já Comentaram para “Bombons”

  1. Jarbas Martins disse:

    Bom, bom

    p/ Nalva

    Pouca lembrança.
    Uma bala embebida em cuspe
    da tua boca.

  2. Jarbas Martins disse:

    Ou:

    Bombom p/ Nalva

    Lembrança pouca.
    Uma bala embebida em cuspe
    da tua boca.

  3. Larissa Gabrielle Araújo disse:

    Esse comentário de Jarbas Martins me lembrou Elvis Crespo: dulcemente, besame mucho/ sin prisa y con calma
    que yo quiero sentir tus labios/ besandome otra vez/ Suave/ – menos voraz do que sugere.

  4. panties disse:

    panties…

    Bombons « Mario Ivo…

Deixe um Comentário